segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Evocando Espíritos

(The Haunting in Connecticut, 2009, Peter Cornwell)



Baseado numa história real a partir de um documentário de 2002 do canal Discovery Channel chamado "A Haunting in Connecticut", a família Campbell se muda para uma casa conseguida á um preço amigável em Connecticut perto ao hospital onde o filho cancerígeno Matt (Kyle Gallner) está sendo tratado. Óbvio que como tudo que é barato sai caro, toda casa mal-assombrada tem seu segredo: nela antigamente funcionava uma funerária duvidosa cujo os funcionários realizavam também rituais mediúnicos que no final das contas deu errado e a casa de alguma forma ficou amaldiçoada. Logo Matt começa a ser assombrado com essas coisas porém sua família acredita que isso se deve à alucinações causadas por remédios usados no tratamento, coisa que o médico já havia alertado, mas, a família começa a acreditar no menino quando eles também começam a ver as assombrações.

Com um roteiro cheio de clichês e alguns furos, o filme até nos dá alguns sustos, mas nada de inovador, nem mesmo ao tentar flertar com o drama familiar vivido pela família. Fora as atuações nada convincentes nem mesmo pela indicada ao oscar (não por esse filme, lógico!) Virginia Madsen (a sra. Campbell) que nos mostrou uma atuação fria. Talvez a coisa mais convincente foi a palidez natural de Kyle Gallner que ajudou no papel de doente.

Ao menos, se tivessem seguido um pouco mais da suposta história real, como por ezemplo o fato do menino ter sido posuído pelos espítios e ter atacado a família, talvez teria sido mais interessante, mesmo que tivesse ficado como uma cópia de Horror em AMytiville.
O segundo filme que saiu esse ano não é continuação desse, até porquê o final desse filme não deixa nada aberto, também é baseado em outra história real, será que será ao menos mais convincente e empolgante que esse? Cogitarei assistí-lo.

Nota: 3 / 10